Lembro-me perfeitamente de ser criança e no Natal dividir as taças “dos restos das broas” com o meu irmão… de partilhar a euforia de querer fazer ‘as bolinhas de areias todas’, e 10 minutos depois querer desistir pelo aborrecimento. Mas a minha mãe nunca cedeu, ainda hoje farta-se de fazer fornadas e fornadas de broas e bolachas!!
A partir do momento que fui Mãe quis fazer o mesmo com o meu filho, queria que ele também criasse as suas memórias destes momentos únicos na cozinha…
Ontem, domingo, estava a preparar os ingredientes para as minhas receitas e tinha decidido fazer umas broas de aveia sem gluten e umas bolachas “normais”. Pensei fazer umas “normais”, tal como as que a minha mãe fazia: com açúcar, manteiga, farinha e ovos.
Logo depois da decisão, um primo meu mandou-me mensagem a pedir ajuda para uma dieta sem glúten, nem lacticinios, pois estava naquele momento a ter alta do hospital após uma noite internado (o problema não era grave,  está em casa e está tudo bem) e a médica tinha-lhe recomendado uma semana com uma dieta diferente até próximas análises! Coitado, terá um Natal forçadamente super saudável… e eu, eu mudei de ideias: fiz as duas receitas saudáveis o mais saudáveis possível!
E são sinais como este que às vezes me apego… Não vale a pena contrariar: se calhar vou comer vou (se me apetecer) uma sandes de carne de vinha d’alhos, mas pouco mais … e certamente vou ter várias opções saudáveis em todo o meu Natal (até porque a minha mãe também já não faz as broas como antigamente … haha)!
Ah e sabem que mais… ambas as receitas ficaram optimas, super saborosas! O desafio foi explicar ao Zé que não poderia come-las todas de uma vez… devia deixar pelos menos  algumas para o Pai Natal!
Broas de aveia e amendoim – 40 broas
Ingredientes:
¾ chávena de flocos de aveia sem glúten
1 c.chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1/2 chávena de manteiga de amendoim
¾ chávenas de açúcar mascavado ou de côco
1 ovo
1 c.chá de baunilha
[claro que de preferência todos os ingredientes deverão ser biológicos]
Modo de preparação
1. Numa taça pequena misturar a aveia, o fermento e o sal.  
2. Num processador, misturar a manteiga de amendoim com o açúcar mascavado durante cerca de 2 minutos. Depois adicionar o ovo e a baunilha e voltar a misturar.
3. Adicionar a mistura de aveia com a da manteiga de amendoim, embrulhar em pelicula aderente e deixar no frigorifico por cerca de 30 minutos.
4. Depois do forno aquecido e dos 30 minutos, fazer pequenas bolinhas e colocar em papel vegetal  para ir ao forno.
5. No meu forno bastaram 6 minutos, mas fiquem atentos aos vossos.
6. Deixar arrefecer e partilhar.

Bolachas de gengibre  – 30 bolachas
Ingredientes
1 chávena de farinha de amêndoa
2/3 chávena de farinha de araruta
1 chávena de farinha de côco
½ c.de chá de bicarbonato de sodio
½ c.de chá de sal
½ c.de chá de canela
½ c.de chá de noz moscada
½ c.de chá de gengibre
½ chávena de xarope de agave cru ou mel de cana
3 c.sopa de óleo de côco
Modo de preparação
1. Misturar: as farinhas, as especiarias, o sal e o bicarbonato com uma colher de pau.
2. Numa panela pequena aquecer o mel de cana com o óleo de côco a temperatura média, até levantar fervura.
3. Remover o molho da panela e misturar com as farinhas e as especiarias.
Depois é tratar dos moldes. Polvilhar farinha de araruta na bancada e no rolo de cozinha e ir espalhando a massa até ficarmos com uma camada fina de mais ou menos meio centimetro.
Usei estas formas da tescoma que comprei na Indutora. As bolachas ficaram tão bonitas, perfeitinhas e é super fácil de utilizar! Mas aqui podem dar aso à vossa imaginação.
Uma dica: ofereçam aos vossos próximos e não comentem sobre a qualidade das bolachas/broas… ninguém vai duvidar que são sem gluten e sem lacticinios !