Este ‘ano’ (de 2018) decidimos fugir da ilha por uns dias. Uns dias para passear por Lisboa, e estarmos juntos só nós os quatro. Por razões de datas/voos/preços decidimos fazer a passagem de ano mesmo por lá, o que para nós os quatro seria a primeira vez ‘sem ver o fogo’. 
Na verdade foram seis dias muito bem passados, com muitas horas de sono, e muitos ‘não horários nem rotinas’. Fomos a todas as vilas-natais-e-rodas-gigantes, papamos tudo o que era natalício por Lisboa e os miúdos adoraram (e nós também)!! 
Mas também característico desta época, destas refeições alteradas, e de aglomerados de pessoas/crianças, o Zé teve direito a uma virose … então demos por nós no meio do Pavilhão do Conhecimento com o miúdo a ‘vomitar e a cair para o lado’!! [ É só connosco, ou vocês também acham que quando vão de férias acontece sempre qualquer doençazinha só para servir de pedrinha no sapato??!!😖😷]. Enfim, karmas à parte, lá tivemos a sorte do pavilhão ter uma equipa de segurança extraordinária que nos colocou em-dois-tempos na CUF Descobertas (o hospital mais próximo). 
Ele fez o procedimento normal, de medicação anti-vómito (poucas doses de 5 em 5 minutos), e depois o soro de re-hidratação (também pouca quantidade de 5 em 5 minutos). No dia seguinte estava fresco que nem uma alface… mas escusado será dizer que até virmos embora ninguém comeu mais ‘porcaria’ nenhuma!!!  
Mas isto tudo para vos dizer que nunca tinha deixado aqui umas dicas de como fazer em caso de virose (de vómitos, diarreia, náuseas). Eu própria senti necessidade desse guia e não o encontrei.  Espero que não vos aconteça nada, mas fica aqui no ‘bolso’ para se um dia precisarem. 
Náuseas e vómitos: 
* Água de côco: de preferência fresca e em pequenos goles de pouco em pouco tempo. É um excelente rehidratante e previne as hipoglicemias. (podem encontrar em mercearias ou supermercados).
* As galetes de arroz, por serem secas e simples são óptimas para a ‘re-introdução’ alimentar.
* Evitar todos os alimentos ricos em açúcares, gorduras e lácteos, vão piorar as náuseas. Evitar também alimentos quentes, preferir mornos ou frios.
* Não forçar a ingestão de alimentos em grandes quantidades, a prioridade é rehidratar.

Diarreia: 

* Aqui a água de côco também é muito importante. Também podem recorrer a àgua ou a infusões como tomilho, camomila, limão, tulsi, mas sempre em poucas quantidades de cada vez.
*  E recorrer a alimentos como: arroz, frango, cenoura, abóbora amarela, banana, galetes de arroz, e em caso de crianças pequenas a papa de arroz (tipo nestum arroz) também é óptima opção.
* Utilizar a um suplemento próbiotico antidiarreico (consultem o vosso nutricionista ou farmacêutico)
* E também evitar: açúcares, gorduras e lacticínios tal como nas náuseas.

Mas é claro que se os sintomas persistirem e/ou piorarem, ou associarem-se a outros sintomas, devem procurar o médico!!

Alguém com virose por aí?! 👀👀😖😖

E aqui fica um mini registo das nossas miniférias natalícias :D💓💋