Cada vez mais recebo pacientes por terem esta preocupação, querem comer menos carne e garantir que não lhes falta nada do ponto de vista nutricional! Se é o teu caso… Parabéns pela escolha! 👏🏻👏🏻 

Não precisamos reduzir completamente o consumo de proteína animal, e sermos estritamente veganos ou vegetarianos para reduzirmos o impacto ambiental, qualquer redução é válida! 🌍 🌿

(Como sabem) Eu gosto muito deste tema. Adoro fazer esta mudança alimentar quando os pacientes estão motivados para isso. Não sou vegetariana, nem tenho ninguém na família vegetariano… mas cá por casa partilhamos de muita consciência acerca do impacto que o consumo excessivo de carne tem no nosso planeta; assim como da problemática da qualidade da carne que temos acesso hoje em dia! 😤😤

Deixo-vos aqui 5 cuidados a ter, quando queremos reduzir (drasticamente) o consumo de carne: 


🍏 Realizar exames laboratoriais de sangue: avaliar o stock de ferro (Ferritina) e de vitamina B12. Caso estes valores não estejam óptimos é importante acompanhar a mudança e considerar uma suplementação adequada (por um profissional). 

Boas fontes destes nutrientes: vegetais de folha verde escura, spirulina, leguminosas e levedura funcional com B12. 

🍓Substituir corretamente as fontes de proteína!! Utilizar leguminosas, quinoa, sementes, algas, tofu, tempeh e proteinas vegan em pó (ervilha, cânhamo, arroz, etc.) são boas fontes de proteínas vegetais. 👍🏼


🍉Para os não veganos, consumir o queijo e os ovos dá um jeitão! 


🍊 É importante não desvalorizar o ómega 3. Existe em boas quantidades no peixe, mas nas opções vegetais temos a chia e a linhaça. Também existe suplementação vegana de omega 3. 😀


🍋 Há uma certa tendência para substituir a proteína animal por mais fontes de hidratos de carbono (principalmente os mais refinados🍞). É um dos erros mais comuns dos vegetarianos… e que acaba resultando num excesso de peso!  ⚠️


🍒 Ou seja, não esquecer que NÃO basta deixar de comer carne, para termos uma alimentação saudável! Alimentação saudável é um somatório de imensos factores (e alimentos!)

E claro, se a vossa motivação, e a mudança total, considerem o acompanhamento por um nutricionista!!